Política

Presidente Barack Hussein Obama?

postado em by Pablo Villaça em Política | 10 comentários

Hoje meu foco está completamente voltado para as eleições norte-americanas. O Firefox não sairá do Huffington Post em momento algum.

Obama x McCain Round 1

postado em by Pablo Villaça em Política | 17 comentários

Acabo de assistir ao primeiro debate entre Obama e McCain na CNN. Em primeiro lugar, o gráfico que a CNN colocou sob os candidatos, mostrando as reações em tempo real da platéia, foi de uma tremenda inutilidade. Dividindo os eleitores entre os registrados como republicanos, democratas e independentes, o gráfico previsivelmente oscilava de acordo com as preferências já pré-determinadas de cada grupo: quando McCain abria a boca, o gráfico vermelho ia para o alto e o azul, para baixo; mal Obama iniciava seus discursos, as linhas se invertiam. E os independentes se mantinham… bom, na média.

Com relação ao debate em si, é preciso reconhecer que McCain se saiu muito bem na primeira parte, conseguindo se distanciar da irresponsabilidade do governo Bush no que diz respeito ao colapso da economia norte-americana, o que é admirável, posto que ele consistentemente votou ao lado de Bush nos últimos oito anos. Além disso, Obama parecia evitar olhar diretamente para McCain mesmo quando o moderador insistia para que eles se confrontassem diretamente. Isto foi decepcionante, já que Obama teoricamente tinha muito mais respaldo para questionar McCain do que o contrário. Porém, quando a discussão se voltou para política externa, Obama finalmente encontrou seu chão e passou a demonstrar muito mais segurança do que McCain, que gaguejava repetidamente.

De modo geral, creio que o debate terminou empatado. Ainda assim, Obama demonstrou imensa ingenuidade ao tentar ser cordial e usar, em vários momentos, a expressão "o senador McCain está absolutamente certo quanto a isso, mas…". Não dou 24 horas para que o YouTube tenha um vídeo trazendo todas as vezes em que isso aconteceu, numa sugestão desonesta (mas eficaz) de que Obama admite a superioridade do oponente. Em contrapartida, McCain, muito mais escolado, repetia a frase "o senador Obama parece não entender que…", demonstrando conhecer bem como funciona uma eleição disputada como esta.

Agora estou ansioso para ver o debate entre a estúpida e despreparada Sarah Palin e o impulsivo e descuidado Joe Biden, na próxima semana.

Um comentário de homem bruto e estúpido: a esposa do McCain é uma tremenda MILF.

(A propósito: este blog está mesmo ficando velho. Há quatro anos, comentei os debates entre Kerry e Bush e Cheney e Edwards aqui, aqui, aqui e aqui.)

Update (em 28/09): O leitor Rafael Oliveira indicou o seguinte vídeo. Agora leiam o que eu disse mais acima. Eu sou um gênio? Não, de forma alguma (hum, ok. Eu sou, mas isso não vem ao caso. Tongue out). Barack Obama é quem foi extremamente ingênuo.

« Anterior  1 2 3 4 5 6 7 8 9 10