Monthly Archives: janeiro 2011

Monthly Archives: janeiro 2011

Críticas – 21/01/2011

postado em by Pablo Villaça em Críticas, Novos filmes | 35 comentários

O Turista, Lixo Extraordinário e Tio Boonmee, que Pode Recordar Suas Vidas Passadas. Observação: Biutiful não estreou em Belo Horizonte, o que logicamente me impede de vê-lo ou comentá-lo. Não é a primeira, nem a segunda nem a centésima vez que isso ocorre, infelizmente. Nestes momentos, sinto-me um provinciano incapaz de fazer seu trabalho por morar num local sem recursos. É minha cidade e tenho imenso carinho por ela, mas não amor. Ou um misto de amor e ódio, talvez. …

Oscar 2011

postado em by Pablo Villaça em Premiações e eventos | 39 comentários

Meus palpites para as indicações. E vocês, o que acham?

Mamãe

postado em by Pablo Villaça em Vídeos | 21 comentários

Curta de terror espanhol. 3 minutos. (Sim, apenas três.) Se possível, veja no escuro. (Via @lokiranger)  

Vyou

postado em by Pablo Villaça em Videocast | 10 comentários

Mais um canal de comunicação. Porque… por que não? Update: Novos vídeos! 😛  

Globo de Ouro

postado em by Pablo Villaça em Premiações e eventos | 41 comentários

Para ler minha cobertura completa do Globo de Ouro, feita vai Twitter, é só clicar em [more]. Ligo na TNT e vejo uma coisa estranha de óculos roxos. Justin Bieber. Cada geração tem a Cher que merece. Luca, 7 anos, ouve dois segundos da tradução simultânea e comentários na TNT e diz: “Muito ruim esse povo falando por cima!”. “Mas você não vai entender nada sem isso, meu filho.”. “Não tem problema, papai, eu prefiro ver sem essa vozinha irritante”. …

Série Musas #21

postado em by Pablo Villaça em Série Musas | 4 comentários

Diana Rigg (pra mim, um rosto que praticamente grita “Década de 60!” – uma característica que acho sensualíssima):

Críticas – 14/01/2011

postado em by Pablo Villaça em Críticas, Novos filmes | 13 comentários

Além da Vida e O Mágico.

Confiança

postado em by Pablo Villaça em Luca & Nina | 5 comentários

Ouço o interfone tocar e Luca correndo para atendê-lo. Percebo que abriu o portão e pergunto: – Quem era, meu filho? – O vizinho. Ele disse que esqueceu a chave de casa e pediu pra abrir. – E você abriu??? – É, ué. Ele disse que o nome dele era Márcio e que morava no 303. – Sim, mas você abriu???? E ele, já impaciente: – Abri, papai. Se fosse ladrão, não tinha falado o nome!

Mesmo personagem, atores diferentes

postado em by Pablo Villaça em Cinema, Curso | 12 comentários

Uma das coisas que discuto no curso de Teoria, Linguagem e Crítica (mais especificamente na aula sobre roteiros) é a distinção na maneira com que o público se relaciona com os personagens em mídias diferentes: literatura, teatro e cinema. Basicamente, enquanto em um livro você tem um nome enriquecido por adjetivos, tendo total liberdade para imaginá-lo como bem entender, em um filme você tem um rosto e uma composição intrinsecamente envolvidos na equação, o que limita a participação do espectador …

Série Você em Cena #40

postado em by Pablo Villaça em Série Você em Cena | 100 comentários

Carisma é algo difícil de definir. Para começo de conversa, é algo que pode ser mensurado com relação ao alcance ou tem mais a ver com o efeito? Explico: qualquer filme que conte com a presença de José Dumont irá despertar meu interesse – e não apenas porque o considero um ator talentosíssimo, mas porque sua simples figura em cena é algo que julgo enriquecer um filme. No entanto, ele não é (infeliz e injustamente) um chamariz de público: colocar …