Monthly Archives: maio 2013

Monthly Archives: maio 2013

Dançando no Cinema

postado em by Pablo Villaça 6 comentários

Não curto a música que usaram, mas meu fraco por supercuts me obriga a compartilhar mais este:

Marlon Brando: The Godfather of Actors

postado em by Pablo Villaça 6 comentários

Encontrei por aí este tributo ao meu ator favorito.

Forma e Estilo – 5a. Edição – Porto Alegre

postado em by Pablo Villaça 5 comentários

Pela primeira vez desde o início do Forma e Estilo, o item da avaliação que pede que os alunos digam se consideraram o novo curso “inferior, similar ou superior” ao Teoria, Linguagem e Crítica obteve um resultado 100% positivo: ninguém assinalou a opção “inferior” (e eu já considerava os resultados anteriores, que ficavam acima dos 90% de “similar ou superior”, bastante aceitáveis). Aliás, a turma de Porto Alegre foi fundamental em uma semana particularmente difícil do ponto de vista pessoal – …

Meu afilhado Roney

postado em by Pablo Villaça 52 comentários

Roney era um jovem de 27 anos cuja alegria infectava de vida todos ao seu redor – e  o fato de ser obrigado a usar o tempo verbal no passado me provoca uma dor de lamento por se tratar não de um equívoco gramatical de minha parte, mas de um colossal erro do acaso indecifrável que condena uns à morte e outros à existência. Roney era meu primo. Mas não só. Aos 12 anos de idade, seus pais – meus …

Forma e Estilo – 4a. Edição – Brasília

postado em by Pablo Villaça Comente  

Depois de três edições do Forma e Estilo em sequência, fiquei um mês fora e retornei temendo estar enferrujado. No entanto, embora estivesse lidando com uma turma grande, as aulas fluíram bem e os alunos de Brasília – como sempre acontece na cidade – se mostraram simpáticos e divertidos. Revi vários velhos conhecidos (mesmo que alguns deles fossem jovens, como João Golin) e conheci vários novos cinéfilos (mais da metade da turma não havia cursado o Teoria, Linguagem e Crítica). …

Bolsonaro no Cinema

postado em by Pablo Villaça 27 comentários

Jair Bolsonaro entrou com um mandado de segurança para, acreditem ou não, ter o direito de pescar em uma estação ecológica. Se este sujeito fosse um vilão do Cinema, eu provavelmente o consideraria caricatural, undimensional demais para funcionar. Bom, ao menos ele é consistente: não tem respeito por nada nem ninguém, homem ou animal. Sua visão de mundo é tão deturpada que acabei brincando no Twitter de imaginar sua percepção acerca de certos filmes e mesmo sua participação em alguns …

Os seios de Angelina Jolie

postado em by Pablo Villaça 87 comentários

Angelina Jolie é uma boa atriz. No entanto, quando lemos seu nome, o que nos vem à mente em primeiro lugar não são suas performances ou mesmo seu ativismo político, mas sua beleza física. Não é à toa que tantas atrizes ao longo dos anos buscaram papéis nos quais pudessem se esconder sob maquiagem pesada: ocultavam sua perfeição para que pudessem, paradoxa e finalmente, ser vistas sob esta. Somos rápidos em julgar pela aparência – e as mulheres, em particular, …

Expressões de Busca (maio de 2013)

postado em by Pablo Villaça 17 comentários

Fazia tempo que eu não publicava um post desses e estava com saudades. Então… expressões de busca atípicas que trouxeram leitores ao blog nas últimas semanas: “curso pablo villaço” (De certa maneira, me senti mais macho com este sobrenome.) “descreva seu pinto com o nome de um filme” (Há diversas variações desta busca trazendo visitantes para o blog. Que orgulho. ) “o que são as linguagem do cinematográfica” (Primeiro aprenda as linguagem do português. ) “7 adultos foram ao cinema e pagaram …

Fotos

postado em by Pablo Villaça 5 comentários

A casa de memórias

postado em by Pablo Villaça 19 comentários

Meu nome é Mauro Girroto e sou um acumulador sentimental. Um acumulador (ou “hoarder”, no inglês) é alguém incapaz de jogar fora o que quer que seja. Sente a compulsão da posse, de manter consigo o que deveria descartar. São pessoas cuja doença, por ter como sintoma a sujeira, frequentemente encontram o desprezo, a repugnância e o escárnio no lugar da compreensão, da compaixão e do impulso de ajuda. Entrar na casa de um acumulador é mergulhar em anos e …