Não preciso de religião; tenho Ennio Morricone

Toda a performance é linda, de tirar o fôlego, mas quando “Ecstasy of Gold” começa aos 38:55… meu coração acelera. Toda vez.

postado em by Pablo Villaça em Cinema, Cinema em seu máximo, Clássicos, Vídeos