Teste de equilíbrio

Nina brincava com a avó paterna em um parquinho quando, vendo um daqueles brinquedos de girar, ocupou um dos lugares e pediu:

– Me roda, vovó!

A avó, apesar da labirintite que a ataca até mesmo ao ver outros rodando, atendeu. Tudo pelos netos. Depois de algum tempo, o brinquedo parou de se movimentar e Nina imediatamente exclamou:

– De novo, vovó!

– Hum… Nina, acho que já rodou muito, meu bem.

– De novo, vovó! Por favor! Me roda de novo!

– Nina, você rodou muito. Já está até tonta.

– Não estou tonta, não.

– Está, sim. Vovó está vendo.

– Não estou, não.

Pacientemente, a avó propôs:

– Vamos fazer o seguinte, então: desce do brinquedo e vê se está tonta. Se não estiver, a vovó te roda mais.

Aceitando o desafio, a pequena voltou para o chão e, visivelmente desequilibrada, se apoiou no aparelho. Respirando fundo, olhou para a avó e disse:

– Deixa só tudo parar de rodar que eu vou te mostrar que não tô tonta!

postado em by Pablo Villaça em Luca & Nina