Melhores Momentos de 2012 (ou série Você em Cena #42)

Desde 2009 venho tentando manter uma lista de momentos específicos que, para mim, poderiam resumir os filmes dos quais os retirei. Tratam-se de pequenos gestos, falas, movimentos de câmera, sequências particularmente memoráveis ou mesmo um único corte ou transição. (Confira as listas de 2009, 2010 e 2011.)

É claro que acabei me esquecendo de incluir vários títulos – e há outros que, embora lançados comercialmente em 2012, foram vistos no ano passado e possivelmente figuram naquela lista. Além disso, estou certo de que vocês certamente escolheriam outros momentos dos longas citados abaixo – e, por favor, não hesitem em incluir suas escolhas nos comentários deste post, aproveitando para citar também instantes de filmes que deixei de mencionar aqui.

Ah, sim: nem preciso dizer SPOILER ALERT, né?

Alguns dos Melhores Momentos que o Cinema Ofereceu em 2012

Em O Homem que Mudou o Jogo, Billy Neame se dedica a várias e rápidas negociações simultâneas enquanto tenta garantir a contratação de um jogador.

Na primeira noite que passam juntos, Chico toca piano para Rita, que dança sedutoramente em seu vestido amarelo, em Chico & Rita.

A corrida noturna do cavalo Joey ao lado, sobre e dentro das trincheiras em Cavalo de Guerra.

De maneira estudada, George Smiley promete que “fará seu melhor” para resgatar a russa Irina em O Espião que Sabia Demais embora já tenha ciência de que a moça foi morta pela KGB.

Holmes e Moriarty antecipam toda uma luta em suas mentes sem que, de fato, desfiram um golpe sequer em Sherlock Holmes 2.

A perseguição em plano-sequência pela cidade de Bagghar, em As Aventuras de TinTim.

O plano final de A Separação, que traz o casal em cantos opostos do quadro e separados por uma porta de vidro enquanto aguardam a decisão da filha.

Alessandra Negrini correndo na praia, molhada e em câmera lenta, em 2 Coelhos.

As logomarcas das empresas que patrocinaram Agamenon que surgem antes do início do filme e que nos despertam o desejo de boicotá-las pela atrocidade que viabilizaram.

Atormentado por enxergar-se incapaz de fazer a transição para o cinema sonoro, George Valentin chora cobrindo a própria boca em O Artista.

Lisbeth Salander vinga-se do assistente social que a estuprara, em Os Homens que Não Amavam as Mulheres.

O personagem-título de J. Edgar veste as roupas da mãe e se olha no espelho, entregando-se ao desespero por não conseguir se livrar de sua própria natureza.

Matt King se despede da esposa, em O Descendentes.

Apesar de ter sua vida destruída pelo filho, Eva permanece presa a ele, abraçando-o ao final de Precisamos Falar Sobre o Kevin.

Arthur Kipps, com uma corda amarrada à cintura, mergulha em um pântano para tentar descobrir o cadáver de uma criança, em A Mulher de Preto.

Em Poder Sem Limites, Andrew prende uma aranha através de telecinese e, depois de alguns segundos, arranca todas as suas pernas com a mente.

O plano de abertura de Shame, que já evoca o vazio no qual vive o protagonista e também sua incompletude como indivíduo.

O personagem-título enfrenta os macacos albinos na arena, em John Carter.

Heleno de Freitas cospe o remédio no rosto de seu enfermeiro, em Heleno, e este reage com uma impaciência repleta de um carinho comovente.

Rodrigo Santoro olha diretamente para a câmera, como o adoentado Heleno, e vemos os olhos vazios de vida do personagem.

Depois de enfeitar o corpo da jovem Rue, Katniss faz um gesto de reconhecimento e respeito para a câmera em tributo à menina e ao Distrito 11, em Jogos Vorazes.

Através de uma sequência de raccords, Wenders envelhece e rejuvenesce os dançarinos de Pina.

Desesperados diante de uma epidemia de gripe fatal que acomete uma tribo de índios, os irmãos Villas-Bôas se dão conta de que são os responsáveis pela tragédia, em Xingu.

As criaturas da floresta de Trúfulas cercam com pedras o tronco cortado de uma árvore em O Lorax.

Semi-nua diante de Matt, Mavis o convida para a cama dizendo apenas “Esconda-me”, em Jovens Adultos.

Um dos “Engenheiros” se posiciona na gigantesca cadeira de sua nave em Prometheus, remetendo à cena icônica de Alien, o Oitavo Passageiro.

A seca luta entre Gina Carano e Michael Fassbender em A Toda Prova.

A sequência inicial de Na Estrada, que mostra o prazer de Sal ao encontrar pessoas novas e prosseguir em sua jornada.

A protagonista de Valente percorre o reino sozinha e feliz, culminando na escalada de um paredão rochoso sob uma cachoeira.

Alfred chora diante dos túmulos da família Wayne em Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

A perseguição pelos barracos suspensos na favela futurista de O Vingador do Futuro.

Robert Pattinson se submete a um exame de próstata enquanto discute questões de negócios (e filosóficas) com uma assistente em Cosmópolis.

Milla Jovovich acordando com apenas dois paninhos brancos cobrindo seu corpo em Resident Evil 5.

Driss apara a barba de Philippe divertindo-se no processo, em Intocáveis.

Lori chega em casa e encontra o ursinho Ted ao lado de quatro prostitutas e um presente no chão de seu apartamento.

Ma-ma despenca para a morte sob o efeito da droga slo-mo, observando todo o trajeto lentamente em Dredd.

Os jovens apaixonados de Moonrise Kingdom se casam num acampamento escoteiro e numa cerimônia comandada por um capelão improvisado.

Surpreso com a chegada da esposa e percebendo que seu cão segurava na boca uma camisinha usada, um dos maridos de Os Infiéis decide resolver a questão de maneira pouco prática.

Will Ferrell acerta um soco em um bebê, em Os Candidatos.

Assustado e confuso, o cãozinho Sparky (de Frankenweenie) retorna para o lugar no qual se sente confortável em seu pós-morte: o túmulo no qual foi enterrado.

Saltando em um vagão que se despedaça ao seu redor, James Bond encontra tempo para arrumar as abotoaduras em 007 – Operação Skyfall.

Entre lágrimas, mas com certo prazer sádico, Calvin datilografa ordens para sua namorada fictícia Ruby Sparks, que as cumpre em pânico.

Qualquer cena com Benicio Del Toro em Selvagens (menos a última, na qual ele aparece pateticamente regando o jardim).

A batalha final de Amanhecer Parte 2. Que não acontece de verdade. Ai, ai.

Depois de voltar a dançar, Dallas (Matthew McConaughey) entra no camarim com ar possuído, em Magic Mike, e grita “Dallas be riding again!”.

Em Marcados para Morrer, Brian, entre lágrimas, consegue dizer apenas “He was my brother” no funeral de seu parceiro Mike.

A conversa final entre Cogan e o advogado no bar, em O Homem da Máfia.

As imagens de arquivo de Gonzaga: De Pai pra Filho.

Pi é surpreendido por uma baleia durante a noite em As Aventuras de Pi.

O encontro entre Bilbo e Gollum, em O Hobbit, e o resultante duelo de charadas.

A cena de sexo para motion capture de Holy Motors.

postado em by Pablo Villaça em Cinema, Cinema em seu máximo, Série Você em Cena