Forma e Estilo – 11a. Edição – Fortaleza

Que turma linda, a de Fortaleza. Tão linda, aliás, que eu precisaria citar os nomes de todos aqui para retribuir o carinho com que me trataram durante as pouco mais de 15 horas que permanecemos juntos em sala de aula e que culminaram com uma cesta de presentes entregue de forma surpreendente no último dia (e que me obrigou a testar minha capacidade de segurar o choro em público). A cesta, aliás, veio acompanhada por um cartão lindo que trazia dedicatórias individuais dos alunos e que já tem lugar cativo no meu escritório.

Aliás, o curso em Fortaleza deu origem também um tumblr dedicado exclusivamente às camisas cinematográficas usadas pelos alunos durante as aulas (só publicarei ali fotos que eu mesmo tirar) – uma ideia de meu amigo querido Daniel Herculano. Além disso, a semana em si foi deliciosa, incluindo visitas ao fantástico Dragão do Mar e muitos sorrisos.

Bom, mas como de hábito, entreguei um formulário ao final do curso para que os alunos comentassem e atribuíssem “pontos” à experiência, que incluía os seguintes itens, que são graduados com notas que vão de 1 a 5: Infra-estrutura (instalações, recursos audiovisuais, atendimento); Conteúdo; Didática (clareza de exposição, domínio dos conteúdos); Estrutura do Curso (ordem dos conteúdos, divisão do tempo disponível). As notas das edições anteriores: 4,22 (Décima); 4,42 (Nona); 4,64 (Oitava);  4,66 (Sétima); 4,49 (Sexta); 4,53 (Quinta); 4,42 (Quarta); 4,41 (Terceira); 4,38 (Segunda); 4,54 (Primeira).

As médias das notas foram:
Infra-estrutura: 4,48
Conteúdo: 4,94
Didática: 4,94
Estrutura do curso: 4,67

Média geral: 4,76 – a maior nota obtida até hoje pelo curso de Forma & Estilo. Aliás, a maior nota já obtida por qualquer edição de um de meus cursos (incluindo o Teoria, Linguagem & Crítica), empatando com a edição ocorrida em 2009 em Curitiba.

Sem considerar o auditório, levando em conta apenas o curso em si, a média seria 4,85.

Para concluir, a foto tradicional de formatura, que por alguma razão misteriosa (minha senilidade), tirei em preto-e-branco (clique para ampliar).
postado em by Pablo Villaça em Curso