Um presente para os leitores

Jerry Lewis não marcou o Cinema apenas graças à sua parceria com Dean Martin, às suas dezenas de comédias e ao teleton anual que criou e comandou por anos para angariar fundos para a pesquisa sobre distrofia muscular. Não. Além de tudo isso, Lewis também foi um cineasta talentoso que, entre outras coisas, contribuiu imensamente para o Cinema criando uma ferramenta que os diretores do mundo inteiro hoje consideram como algo fundamental em um set: o video-assist (ele se viu obrigado a inventar uma solução para poder assistir às próprias atuações nos filmes que dirigia). Não é à toa que sou fã incondicional do ator/roteirista/produtor/diretor, já tendo escrito sobre ele várias vezes aqui no blog.

Pois bem: no final da década de 60 e início da de 70, Lewis ofereceu diversas palestras como professor de uma universidade da Califórnia – e, em 1971, estas suas aulas foram compiladas em um livro, “The Total Filmmaker”, que logo passou a ser considerado não só um dos melhores “manuais de direção”, mas também leitura obrigatória para todos aqueles que simplesmente amavam a Sétima Arte. Infelizmente, o livro eventualmente saiu de catálogo e tornou-se indisponível, vindo a se transformar num dos exemplares mais raros da literatura relacionada ao Cinema. Para que tenham uma ideia, cópias usadas do livro podem ser encontradas na Amazon com preços que oscilam entre 394 e mil dólares. Sim, mil dólares por uma cópia nova.

Pois tenho um presente para vocês

Update: Menos de cinco minutos depois que publiquei este post, o blog caiu em função do excesso de acessos. Pelo visto, não sou o único que entendeu a preciosidade aqui divulgada.

postado em by Pablo Villaça em Livros