Teoria, Linguagem e Crítica – 48a. Edição – Brasília

Os últimos meses foram complicados para o curso: cansado após cinco anos produzindo todas as edições sozinho em todas as regiões do Brasil, comecei a cometer erros básicos, como esquecer de reservar hotel ou mesmo comprar passagens – o que me obrigava a fazer isso na última hora, aumentando meus gastos. Tentei, então, trazer pessoas para me ajudarem na produção do curso, mas não foi uma experiência bem-sucedida e, em consequência disso, vi algumas turmas com número reduzido de alunos (e bastou que eu voltasse a cuidar de tudo sozinho para que as edições anunciadas no Rio e em São Paulo praticamente esgotassem – e mesmo João Pessoa, que visitarei pela primeira vez e, portanto, não tinha base de divulgação construída, já conta com uma turma de bom tamanho). Não culpo as profissionais que vieram me ajudar – eu é quem não soube explicar direito o funcionamento dos cursos, provavelmente, e a lógica de divulgação e inscrição.

Seja como for, acabei ficando desnecessariamente estressado nos últimos meses e, por esta razão, falhei em atualizar estas avaliações das turmas – algo que corrijo agora (e copiarei esta mesma explicação na introdução dos posts das últimas sete turmas para explicar para os alunos por que demorei tanto a publicar suas fotos de conclusão de curso e suas avaliações).

Vamos lá?

Como de hábito, entreguei um formulário ao final do curso para que os alunos comentassem e atribuíssem “pontos” à experiência, que incluía os seguintes itens, que são graduados com notas que vão de 1 a 5: Infra-estrutura (instalações, recursos audiovisuais, atendimento); Conteúdo; Didática (clareza de exposição, domínio dos conteúdos); Estrutura do Curso (ordem dos conteúdos, divisão do tempo disponível). As notas das edições anteriores: 4,48 (quadragésima sétima); 4,50 (quadragésima sexta); 4,56 (quadragésima quinta), 4,62 (quadragésima quarta), 4,51 (quadragésima terceira), 4,37 (quadragésima segunda), 4,39 (quadragésima primeira), 4,75 (quadragésima), 4,67 (Trigésima nona), 4,61 (Trigésima oitava), 4,62 (Trigésima sétima), 4,7 (Trigésima sexta), 4,53 (Trigésima quinta), 4,44 (Trigésima quarta), 4,58 (Trigésima terceira), 4,62 (Trigésima segunda), 4,54 (Trigésima primeira), 4,44 (Trigésima), 4,65 e 4,63 (Vigésima nona – Tarde e Noite), 4,49 e 4,47 (Vigésima oitava – Tarde e Noite), 4,48 (Vigésima sétima), 4,73 (Vigésima sexta), 4,51 (Vigésima quinta), 4,62 (Vigésima quarta), 4,57 (Vigésima terceira), 4,71 (Vigésima segunda), 4,64 (Vigésima primeira), 4,62 (Vigésima), 4,68 (Décima nona), 4,58 (Décima oitava), 4,20 (Décima sétima), 4,40 (Décima sexta), 4,62 (Décima quinta), 4,57 (Décima quarta), 4,47 (Décima terceira), 4,57 (Décima segunda), 4,76 (Décima primeira), 4,22 (Décima), 4,33 (Nona), 4,45 (Oitava), 4,07 (Sétima), 4,44 (Sexta) e 4,27 (Quinta). Estas avaliações incluem os seguintes itens, que são graduados com notas que vão de 1 a 5: Infra-estrutura (instalações, recursos audiovisuais, atendimento); Conteúdo; Didática (clareza de exposição, domínio dos conteúdos); Estrutura do Curso (ordem dos conteúdos, divisão do tempo disponível).

As médias das notas foram:
Infra-estrutura: 3,31
Conteúdo: 4,69
Didática: 4,92
Estrutura do curso: 4,42

Média geral: 4,33.

Sem considerar o auditório (que foi muito mal avaliado, infelizmente), levando em conta apenas o curso em si, a média seria 4,68.

Para concluir, a foto tradicional de formatura:

014

postado em by Pablo Villaça
Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in D:\Blogs\diariodebordo\wp-content\plugins\seo-facebook-comments\facebook\base_facebook.php on line 1273