Muitos Ones

Não sou um grande conhecedor de teoria musical, o que me entristece. Eu gostaria de entender mais sobre estrutura melódica, interações de instrumentos na harmonia, influências e por aí afora, mas sou um completo leigo no assunto.

Uma das coisas que mais me fascinam, aliás, é observar como a mesma canção se transforma em tom, atmosfera e personalidade dependendo da versão e da persona artística de quem a executa – algo que podemos observar, na prática, ao compararmos as várias versões de “One”, composta por Harry Nilsson em 1968 e que se tornou particularmente célebre ao ressurgir na voz de Aimee Mann na trilha de Magnólia.

Abaixo, busquei colocar algumas das principais versões em ordem cronológica: 

Harry Nilsson, 1968

Al Kooper, 1968

Three Dog Night, 1969

Johnny Farnham, 1969

Aimee Mann, 1995

Filter, 1998

Dokken, 1999

The Beta Band, 2001 (sampling)

Mastodon, 2007

ANBB, 2010

Order of Era, 2014

BÔNUS: Jimmy Fallon e os Muppets, em 2009

postado em by Pablo Villaça em Música do dia, Variados, Vídeos