Melhores Momentos de 2014 (ou série Você em Cena #43)

Começando em 2009, passei a compilar uma lista daqueles que julgo alguns dos melhores momentos que o Cinema ofereceu ao longo do ano: gestos, movimentos de câmera, cenas específicas que permanecerão em minha memória mesmo quando eu já tiver esquecido todo o resto a respeito dos longas que os contêm. Nem sempre consegui manter a disciplina necessária para me lembrar de atualizar a lista (os anos anteriores: 2012, 2011, 2010 e 2009; não fiz em 2013) e, portanto, vários filmes que trazem instantes fabulosos não aparecerão abaixo – e para isso há o espaço de comentários: para que você enriqueça este pequeno compêndio.

Nem preciso dizer que há SPOILERS a seguir, né?

Alguns dos Melhores Momentos que o Cinema Ofereceu em 2014

A princesa Elsa celebra a liberdade que a solidão lhe confere, em Frozen, e constrói seu palácio de gelo enquanto canta “Let it Go”.

Ao despedir-se da filha, em Pelos Olhos de Maisie, Beale é abraçado pela garota e exibe um raro momento de compreensão acerca do próprio egoísmo antes de partir.

Val Kilmer imita Marlon Brando por alguma razão misteriosa em Virgínia.

Inutilizado pelos efeitos das drogas que havia tomado, Jordan Belfort tenta chegar ao seu carro em O Lobo de Wall Street.

Depois de chamar o agente Patrick Denham para uma conversa em seu iate, O “Lobo de Wall Street” tenta criar uma ligação cordial com o sujeito, mas o papo eventualmente se torna hostil e amplifica o embate entre os dois.

Ao se ver trocada pela amante do marido, a Sra. H acompanha o homem até a casa da garota, em Ninfomaníaca, levando os três filhos para conhecer o apartamento da moça.

Em pânico ao ver que Samantha desapareceu de seus equipamentos, Theodore dispara numa corrida desesperada pelas ruas, em Ela.

Após ouvir com expressão enlevada enquanto o personagem-título canta uma música, o empresário Bud Grossman faz um comentário inesperado em Inside Llewyn Davis.

Logo no início de Trapaça, vemos Irving, gordo e careca, compondo a aparência vaidosamente antes de sair do quarto para ajudar a incriminar o prefeito Carmine.

Em Tudo por Justiça, Russell Baze agacha ao lado de Harlan DeGroat, assassino de seu irmão, que se encontra baleado na grama. Depois de dizer quem é, ouve DeGroat responder sobre seu irmão: “Garoto durão”.

Em Philomena, a personagem-título diz perdoar a freira que a manteve separada do filho, sendo seguida pelo jornalista Martin Sixsmith, que, por sua vez, afirma ser incapaz de fazer o mesmo.

Num supermercado, em Clube de Compras Dallas, Ron Woodruff obriga um velho amigo homofóbico a apertar a mão da travesti Rayon, que se espanta com o gesto do outro.

Em 12 Anos de Escravidão, Solomon tenta se manter equilibrado na ponta dos pés, para evitar o estrangulamento, enquanto os demais escravos e seus mestres caminham ao seu redor.

Em um longo plano, o “mestre” Epps obriga Solomon a açoitar Patsey em 12 Anos de Escravidão.

Diante do espelho, Alex Murphy descobre o pouco que restou de seu corpo em Robocop.

Do bote salva-vidas, o Homem vê, em triste silêncio, seu barco afundar lentamente em Até o Fim.

A queda brutal dos quatro soldados em O Grande Herói em um imenso declive.

A discussão no quarto do hotel, em Ninfomaníaca Volume II, que deixa Joe cercada por dois pênis raivosos.

O confronto final na pizzaria em Alemão.

A sequência da Criação em Noé.

Ignorando que o documentário Em Busca de Iara deveria ser sobre sua tia, a fascinante Iara Iavelberg, a diretora Mariana Pamplona ouve sua mãe narrar uma passagem da vida da irmã e, então, pergunta: “Você estava grávida de mim, né?”.

O olhar dolorido de Carolina Dieckmann em Entre Nós.

Embora alcançada pela teia do Homem-Aranha, Gwen Stacy ainda atinge o chão com força suficiente para matá-la em O Espetacular Homem-Aranha 2.

Depois de brincar com a resistência de Léo em tomar banho nu ao seu lado, Gabriel se mostra constrangido diante da própria excitação quando o rapaz se despe em Hoje Eu Quero Voltar Sozinho.

Gregório Fortunato penteia o cabelo de Vargas em Getúlio.

Durante uma discussão entre Donato e Konrad, em Praia do Futuro, uma tempestade de neve começa a cair subitamente.

A sequência final da projeção nas pedras em Uma Passagem para Mário.

A introdução de Branco Sai Preto Fica, quando vemos Marquim contar na rádio sua última noite no Quarentão.

Os olhos serenos de Tato Gabus Mendes em A Grande Vitória.

A lágrima que escorre do olho esquerdo de Céline, em O Passado.

Dois homens se contemplam assustados sob a superfície aquosa na qual mergulharam ao seguir a criatura vivida por Scarlett Johansson em Sob a Pele.

A sequência do tiroteio na cozinha envolvendo Mercúrio, em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido.

O grito chocado e dolorido de Malévola ao despertar e descobrir que suas asas foram arrancadas.

As duas crianças enxergam os espíritos de todos os antigos donos dO Espelho.

O plano final de O Homem Duplicado.

Surpreendido por dois humanos em O Planeta dos Macacos: O Confronto, Koba, inicialmente com expressão raivosa, finge ser um macaco comum para enganar os inimigos.

Peter Quill e Gamora flutuam no espaço, à beira da morte, em Guardiões da Galáxia.

Feliz com os resultados de seu plano para destruir a vida do marido, Amy dá um pulinho de alegria e estala os calcanhares em Garota Exemplar.

Frustrado diante do desfecho de seu cuidadoso plano, o agente vivido por Philip Seymour Hoffman grita enfurecido em O Homem Mais Procurado.

Mason leva os filhos para roubar propaganda de campanha de McCain, em Boyhood.

Katniss canta à beira de um lago em Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1.

As experiências de Judite ganham vida em uma animação no terceiro ato de Boa Sorte.

Os elfos saltam sobre a barreira de escudos formada pelos anões e partem em direção aos orcs em O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos.

Lou Bloom entra em uma casa na qual um massacre ocorreu e registra a tragédia em vez de solicitar ajuda, em O Abutre.

Moisés e Ramsés se encaram enquanto o Mar Vermelho se fecha sobre eles em Êxodo: Deuses e Reis.

postado em by Pablo Villaça em Cinema, Cinema em seu máximo, Série Você em Cena