Curso – 29a. Edição (Tarde e Noite) – Balanço

Duvido muito que eu vá abrir novas turmas à tarde em outras cidades. Embora a experiência em São Paulo e no Rio tenha sido positiva por permitir que alunos impossibilitados de comparecer ao curso à noite pudessem frequentar as aulas, fiquei realmente cansado, já que falar durante 30 horas (e em pé) durante cinco dias não é para qualquer um – e minha admiração pelos professores que trabalham em tempo integral apenas aumentou depois destas duas semanas. De todo modo, conheci muita gente bacana, desde o querido Josimar, que todos os dias levou algum petisco tentador para mim (tortas, salgados, doces, etc – estava determinado a me engordar), até o André, que no último dia me presenteou com a primeira temporada de The West Wing, passando pelo excelente documentarista Paulo Henrique Fontenelle, responsável por um de meus documentários favoritos dos últimos anos, Loki (e ainda ganhei o DVD autografado do filme!). Também fiquei encantado com a dedicada avó do jovem Maurício, que acompanhou o neto todos os dias até o curso, tricotando do lado de fora da sala enquanto a aula acontecia – e que me fez ficar com saudades imensas de minha querida avó-madrinha Lourdes.

Foi uma semana cansativa, como já disse, mas também recompensadora. Foram duas ótimas turmas que me renderam presentes (literais e simbólicos) inesperados. Grande semana.

(Mas chega de cursos à tarde!)

E vamos ao balanço e à explicação habitual: como sempre, entreguei um formulário ao final do curso para que os alunos comentassem e atribuíssem “pontos” à experiência, sendo que as edições anteriores obtiveram as seguintes avaliações (num máximo de 5 pontos): 4,49 e 4,47 (Vigésima oitava – Tarde e Noite), 4,48 (Vigésima sétima), 4,73 (Vigésima sexta), 4,51 (Vigésima quinta), 4,62 (Vigésima quarta), 4,57 (Vigésima terceira), 4,71 (Vigésima segunda), 4,64 (Vigésima primeira), 4,62 (Vigésima), 4,68 (Décima nona), 4,58 (Décima oitava), 4,20 (Décima sétima), 4,40 (Décima sexta), 4,62 (Décima quinta), 4,57 (Décima quarta), 4,47 (Décima terceira), 4,57 (Décima segunda), 4,76 (Décima primeira), 4,22 (Décima), 4,33 (Nona), 4,45 (Oitava), 4,07 (Sétima), 4,44 (Sexta) e 4,27 (Quinta). Estas avaliações incluem os seguintes itens, que são graduados com notas que vão de 1 a 5: Infra-estrutura (instalações, recursos audiovisuais, atendimento); Conteúdo; Didática (clareza de exposição, domínio dos conteúdos); Estrutura do Curso (ordem dos conteúdos, divisão do tempo disponível).

Desta vez, as médias das notas foram:
Turma da Tarde
 
Infra-estrutura: 4,35 
Conteúdo: 4,81
Didática: 4,89
Estrutura do curso: 4,57

Média geral: 4,65.

Turma da Noite
 
Infra-estrutura: 3,89
Conteúdo: 5 (primeira vez que este quesito ganha uma média perfeita)
Didática: 4,89
Estrutura do curso: 4,74

Média geral: 4,63.

Média geral das duas edições: 4,64. O curioso é que a mesmíssima coisa aconteceu em São Paulo: a turma da tarde, um pouco mais vazia (mas não muito), avaliou o espaço das aulas bem mais positivamente. E em ambas as vezes a média geral da turma da tarde ficou exatos dois décimos acima da média da noite. Interessante.

Para concluir, a foto tradicional de formatura das duas turmas: respectivamente, tarde e noite (clicáveis).

postado em by Pablo Villaça em Curso