Curso – 22a. Edição – Balanço

Acho que tenho que mudar para Curitiba. Não pode ser coincidência o fato de que as duas maiores médias obtidas pelo curso tenham ocorrido em edições realizadas na capital paranaense. Ou talvez estas notas sejam apenas uma retribuição, já que minha paixão por esta maravilhosa cidade é pública e notória. Seja como for, completei, aqui, a assombrosa marca de 516 alunos em menos de dois anos, contando apenas aqueles que fizeram o curso de janeiro de 2009 em diante. Além disso, tive a honra de conhecer mais uma turma absurdamente carismática e divertida, o que sempre é um ponto positivo. Foi, em suma, uma semana encantadora.

E agora vamos ao balanço e à explicação habitual: como sempre, entreguei um formulário ao final do curso para que os alunos comentassem e atribuíssem “pontos” à experiência, sendo que as edições anteriores obtiveram as seguintes avaliações (num máximo de 5 pontos): 4,64 (Vigésima primeira), 4,62 (Vigésima), 4,68 (Décima nona), 4,58 (Décima oitava), 4,20 (Décima sétima), 4,40 (Décima sexta), 4,62 (Décima quinta), 4,57 (Décima quarta), 4,47 (Décima terceira), 4,57 (Décima segunda), 4,76 (Décima primeira), 4,22 (Décima), 4,33 (Nona), 4,45 (Oitava), 4,07 (Sétima), 4,44 (Sexta) e 4,27 (Quinta). Estas avaliações incluem os seguintes itens, que são graduados com notas que vão de 1 a 5: Infra-estrutura (instalações, recursos audiovisuais, atendimento); Conteúdo; Didática (clareza de exposição, domínio dos conteúdos); Estrutura do Curso (ordem dos conteúdos, divisão do tempo disponível).

Desta vez, as médias das notas foram:
 
Infra-estrutura: 4,75
Conteúdo: 4,71
Didática: 4,89
Estrutura do curso: 4,5

Média geral: 4,71 – a segunda maior nota que o curso já obteve, ficando atrás apenas de… Curitiba (edição de junho de 2009). 

Para concluir, a foto tradicional de formatura (clicável):

postado em by Pablo Villaça em Curso