Rapidinhas

Ontem à noite fui ao Arclight, um dos melhores cinemas de Los Angeles, para assistir a Bastardos Inglórios e ao novo filme de Michael Moore (o primeiro é razoável; o segundo, muito bom). No intervalo entre os filmes, reparo num oriental baixinho, já meio velhinho, passando ao meu lado em direção à saída. 

Sulu.

Fiquei parado por vários segundos tentando decidir se o abordava ou não. Por um lado, ali estava um dos oficiais da Enterprise original; por outro, ele estava ali se divertindo como todo mundo, não a trabalho – era George Takei, o "civil", não o ator. Por fim, resolvi que seria inapropriado incomodá-lo. Já com mais de 70 anos, Takei não só é um ícone da ficção científica, mas também um louvável ativista do movimento gay (é casado há mais de 20 anos com seu parceiro Brad Altman) e, assim, merece meu duplo respeito.

O que inclui deixá-lo ir ao cinema em paz sem ser incomodado por um crítico de cinema fãzóide.

postado em by Pablo Villaça em Cinema, Cotidiano, Personalidades

25 Respostas para Rapidinhas

Adicionar Comentário