A depressão como mecanismo evolutivo?

Eu ia jogar esse link no Twitter, mas considerando a longa e interessante (e franca) discussão relativa à depressão que tomou conta desse blog há alguns dias, achei que valeria a pena postá-lo aqui para que possam debatê-lo.

Em resumo: dois cientistas estão defendendo, através de argumentos lógicos (com ou sem aspas, como preferirem) e de avaliações relativas a neurotransmissores e funções neurológicas, que a depressão é um mecanismo evolutivo moderno ao permitir que as pessoas se concentrem na resolução de problemas em vez de se distraírem com o convívio social, com o sexo e até mesmo com a alimentação.

É claro que, no processo, os dois estão desconsiderando um obstáculo óbvio ao seu raciocínio: a idéia de evolução gira em torno da capacidade que os indivíduos mais "adaptados" teriam de sobreviver e reproduzir – dois verbos que normalmente não relacionamos às vítimas da depressão crônica.

Ainda assim, vale a leitura deste artigo.

postado em by Pablo Villaça em Mundo

19 Respostas para A depressão como mecanismo evolutivo?

Adicionar Comentário