Por que perguntei

A edição 23 da série Você em Cena trazia uma pergunta sobre o envolvimento do espectador com um filme caso o ator (ou atriz) principal do elenco fosse declaradamente homossexual e estivesse interpretando um heterossexual na história. Perguntei separadamente para homens e mulheres pelo seguinte motivo: é notório que a maior parte dos homens tem um fetiche declarado por lésbicas (eu entre eles). Alguns fantasiam sobre "converter" uma mulher homossexual (o que, sinceramente, denota um incrível desconhecimento sobre o que é ser gay) e outros apenas desejam noites inesquecíveis com duas mulheres (o que também denota desconhecimento sobre o que é ser homossexual. Ainda assim, é a esta fantasia que me submeto, confesso novamente).

Assim, suspeitei que os homens não se importariam com a homossexualidade da atriz, ao passo que a fantasia romântica poderia ser arruinada para boa parte das mulheres no que diz respeito aos atores gays.

Felizmente, estava errado.

Mas de onde veio essa minha suposição e por que fiz esta pergunta, em primeiro lugar? Simples: porque esta é a principal justificativa oferecida para explicar por que a maioria dos atores homossexuais não assume publicamente suas preferências sexuais. Afirma-se que as perspectivas comerciais de seus projetos desabariam, já que o público feminino (no caso dos atores) deixaria de "comprá-lo" como galã ou símbolo erótico e que o público masculino deixaria de "invejá-lo" ou de identificar-se com seus personagens. (O mesmo valeria para as atrizes homossexuais.)

Pensei nisso ao assistir a Austrália: em certo momento, quando Hugh Jackman surge barbeado e com smoking numa festa, três jovens mulheres que se encontravam à minha frente suspiraram e fizeram comentários excitados em voz baixa umas para as outras (se fossem adolescentes e Robert Pattinson surgisse na tela, elas certamente gritariam enlouquecidas, mas divago). Tentei imaginar se elas teriam a mesma reação caso soubessem que a sexualidade de Jackman é uma das coisas mais discutidas pelos "colunistas" de Hollywood e lembrei-me, então, da velha justificativa para que os astros jamais saiam do armário.

É claro que a amostragem obtida naquele post é pequena e não quer dizer nada (menos de 100 respostas até agora), mas talvez indique que esta justificativa não passa de uma enorme desculpa e que, na realidade, o que impede que os astros assumam a homossexualidade é um conservadorismo renitente na supostamente liberal Hollywood.

postado em by Pablo Villaça em Personalidades, Variados

48 Respostas para Por que perguntei

Adicionar Comentário