Dexter S03E09-E10

Dois bons episodios. Ou melhor: um excelente (o desta semana) e um razoável (o da semana passada), o que os traz à média de “bom”. Na semana passada, por mais que tenha admirado a explosão interna de Dexter e a cena subseqüente, que o mostrava com sua fachada sempre impenetrável, foi impossível ignorar a estupidez do estratagema usado por Deb e Quinn para convencer a testemunha (o pior ator de toda a série) de que o Skinner havia “aparado sua árvore”, levando-o a falar sobre o esconderijo no qual Anton era mantido refém.

Já esta semana, o episódio foi bem mais consistente: sim, é forçadíssima, a revelação de que (SPOILER) Miguel conseguiu localizar e transformar o Skinner em uma espécie de aliado, mas a cena no terraço valeu por sua intensidade e pelas ótimas atuações de um Jimmy Smitts explosivo e emocional e o de um Michael C. Hall sempre exibindo um imenso auto-controle. E vai ser interessantíssimo ver Dexter na posição de vítima indefesa (ou “indefesa”?) no próximo episódio e à mercê de um assassino como ele.

Além disso, as subtramas têm se mostrado interessantes: Angel (David Zayas) continua a crescer como personagem; Quinn (Desmond Harrington) vem se mostrando uma figura multifacetada e, por esta razão, intrigante; o sofrimento de LaGuerta (Lauren Vélez) fez bem para a personagem; e Masuka (C.S. Lee)… bem, é cada vez mais Masuka, o que é excelente.

Continuo fã da série e dos personagens.

postado em by Pablo Villaça em Séries

9 Respostas para Dexter S03E09-E10

Adicionar Comentário