Celebrid… oh, wait.

Na sala de embarque do JFK, em Nova York, um rapaz se aproxima:

– Com licença… você é o Pablo Villaça, não é? Tudo bem? Sou seu leitor há uns cinco anos. Eu sabia que você estava nos Estados Unidos, mas não esperava a coincidência de encontrá-lo aqui!

Explico que deveria ter voltado no dia anterior para o Brasil, mas que havia perdido o voo por causa da chuva em Chicago. Pergunto se ele estava ali a passeio, falamos por mais alguns minutos e ele pergunta se poderia tirar uma foto comigo. Enquanto sua namorada opera a câmera, percebo uma garota nos observando e, quando o jovem se afasta (voltaríamos a nos encontrar no voo. Grande abraço e obrigado pelo carinho, Geovane!), a moça se aproxima.

– Ei… tudo bem? Você… se importa se eu tirar uma foto com você também?

Sentindo-me uma celebridade, digo que sim. Assim que a imagem é registrada, porém, ela se vira timidamente para mim e diz:

– Posso te fazer uma pergunta?

E antes que ela abrisse a boca, eu já sabia o que viria a seguir:

– Quem é você?

Da fama ao anonimato em três segundos.

postado em by Pablo Villaça em Cotidiano, Viagens

10 Respostas para Celebrid… oh, wait.

Adicionar Comentário