Ironia

Na Foxlha Online:

“O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, acusou nesta quinta-feira o governo federal de financiar “blogs sujos” que “dão norte do patrulhamento” a jornalistas.”

Em primeiro lugar, Serra é quem é conhecido por pedir a cabeça de jornalistas – como qualquer profissional conectado da área poderá informar (e como os acontecimentos recentes na TV Cultura de SP comprovam). Aliás, isso é prática não só de Serra, mas dos tucanos de modo geral, como podem atestar vários profissionais demitidos em Minas Gerais em função de pressões da irmã de Aécio. No entanto, esta não é a ironia que mencionei no título do post. Prossigamos:

“Em seu discurso, Serra fez críticas diretas à candidata do PT, Dilma Rousseff, e ao PT pode defenderem o “controle da mídia”, que segundo ele, nada mais é do que censura e restrição à liberdade de expressão.

O candidato assinou ao final do pronunciamento da “Declaração de Chapultepec”, documento em defesa da liberdade de expressão elaborado em reunião no México, no qual, por exemplo, está expresso que nenhum meio de comunicação ou jornalista deve ser sancionado por difundir a verdade, criticar ou fazer denúncias contra o poder público.”

Bacana, né? E aí…

“Após sua palestra, Serra se recusou a responder três perguntas de jornalistas sobre a suposta falta de oposição no Brasil e sobre quais são os blogs sujos a que se referia.

Ao ser questionado, respondia: “Alguma outra pergunta?” Só manifestou-se quando um repórter de TV o perguntou sobre seu empenho na defesa da liberdade de expressão.”

Ou seja: Serra está interessadíssimo na liberdade de expressão.

Na dele.

postado em by Pablo Villaça em Política

74 Respostas para Ironia

Adicionar Comentário