Nina enfermeira

Contando a paroxetina (anti-depressivo) e a masalazina (para a retocolite), tomo cinco comprimidos por dia. Assim, é claro que Nina já notou que algumas vezes por dia seu velho pai enfia algumas pílulas na boca – e achou um barato. Assim, sempre que me vê indo em direção aos remédios (que guardo no alto da geladeira), ela se aproxima e diz:

– Memédio papai. Memédio papai. – e estende a mãozinha. Então, entrego o comprimido à pequena que, com uma imensa alegria, o coloca em minha boca, completando em seguida: – Memédio papai. Deu.

Como acho isso lindo, toda vez que vou tomar os remédios, chamo a pequena, que vem correndo alegremente e já gritando "Memédio papai!".

Só agora me dei conta de que talvez a esteja condicionando a tomar conta do pai na velhice.

Eu sei, eu sei: sou um gênio.

postado em by Pablo Villaça em Luca & Nina

20 Respostas para Nina enfermeira

Adicionar Comentário